sexta-feira, 10 de março de 2017

Saulo Laranjeira e Banda - Lua Clareou – CD/DVD (2016)

Saulo Laranjeira acompanhado por uma banda de musicalidade envolvente, apresenta suas influências musicais e poéticas no lançamento do seu CD e DVD. Em um show que encanta o público, os sons dos diversos Brasis, com um repertório peculiar de um artista múltiplo. Lua Clareou inspira o amor pela nossa identidade, uma brasilidade que anda esquecida e que é consistente rica e plural.

Preço – R$50,00

Faixas:
01 - O Violeiro - Elomar Figueira de Melo
02 - Lua Clareou - Saulo Laranjeira e Tuca Graça
03 - Desassombrado - Antônio Nóbrega
04 - Desenredo - Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro
05 - Lamento Sertanejo - Dominguinhos e Gilberto Gil
06 - Romaria - Renato Teixeira
07 - Nós Dois - Celso Adolfo
08 - Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor - Lô Borges e Márcio Borges
09 - Tributo (Volta Em SI) - Claiton Negreiro
10 - Campo Branco - Elomar Figueira de Melo
11 - Arrumação - Elomar Figueira de Melo
12 - Das Terras de Benvirá - Geraldo Vandré
13 - Prosa Mineira -Miltinho Edilberto e Graco Lima Junior
14 - Beira Mar/Pisa Na Linha - Domínio Público-Adaptação de Frei Chico e Lira Marques/Adaptação de Saulo Laranjeira
15 - Gira O Coco - Saulo Laranjeira e Tuca Graça
16 - O Canto da Ema/Maracangalha - D. Ayres Viana, Alventinocavalcante e João do Vale/Dorival Caymmi
17 - Leão do Norte - Paulo C. Pinheiro e Lenine
Texto de Minas - Saulo Laranjeira

André Mehmari e Antônio Loureiro - Mehmari Loureiro Duo (2017)


André Mehmari e Antônio Loureiro se reúnem em um projeto autoral pela primeira vez. O repertório é composto essencialmente de criações próprias, na maioria inéditas e especialmente escritas para o projeto, em contraponto aos abstratos improvisos espontâneos.

A formação é um duo, porém com amplo e variado colorido sonoro: As Sonoridades do vibrafone, piano, flauta, voz, bateria e sintetizadores fazem o duo soar maior, como uma pequena orquestra a serviço da composição e da imaginação musical de André e Antônio.

Preço - R$30,00

Faixas:
01 - A Brisa - André Mehmari
02 - Laginha - Antônio Loureiro
03 - Ciranda da Serra - Antônio Loureiro
04 - Baião de Miguilim - André Mehmari
05 - Um Mapa de Três Pontas - André Mehmari
06 - Ná! - André Mehmari
07 - Lamento - Antônio Loureiro
08 - Valsa Nostálgica - André Mehmari
09 - Ninguém Compreende - André Mehmari e Simone Guimarães
10 - Festa Junina - André Mehmari
11 - Para Abrir O Apetite - André Mehmari e Antônio Loureiro
12 - Episódio Valseado - André Mehmari e Antônio Loureiro
13 - Episódio Inquieto - André Mehmari e Antônio Loureiro
14 - Episódio da Surpresa - André Mehmari e Antônio Loureiro
15 - Episódio das Quartas - André Mehmari e Antônio Loureiro
16 - Episódio das Sombras - André Mehmari e Antônio Loureiro
17 - Episódio Em Dó Maior - André Mehmari e Antônio Loureiro

Aloízio Horta (2016)




Preço – R$25,00

Faixas:
01 - Horizonte Aberto - Aloízio Horta, Raee Medrado e Marcelinho Guerra
02 - Canto Pra Yemanjá - Domínio Público
03 - Serafina - Aloízio Horta e Gustavo Maguá
04 - Khanimanbo - Aloízio Horta e Sérgio Pererê
05 - Pra Dançar Com Ela - Aloízio Horta e Gustavo Maguá
06 - Clube do Pagode da Esquina - Aloízio Horta e Thiago Delegado
07 - Com Os Pés Na Lua - Aloízio Horta
08 - Pangeia - Aloízio Horta e Flávio Renegado
09 - Cumpadiê - Aloízio Horta e Rodrigo Carioca
10 - Nina - Aloízio Horta e Thiago Delegado

terça-feira, 7 de março de 2017

André Limão Queiroz - 30 Anos de Carreira DVD (2017)

Preço R$50,00

Faixas:
01 – Missão
02 – Abril
03 – Dinamarca
04 – Reticências
05 – 45
06 – Ventos da Tarde No Bambuzal
07 – Piscina
08 – Valsa Florana
09 – Esperança
10 – Para Os Filhos
11 – Milton

Composições, arranjos e direção musical: André “Limão” Queiroz

Choro de Minas - DVD (2016)


Preço – R$35,00

Faixas:
01 – Carioquinha – Waldir Azevedo
02 – Tico-Tico No Fubá – Zequinha de Abreu
03 – Ária da 4ª. Corda – J. S. Bach
04 – Língua de Preto – Honorino Lopes
05 – Bebê – Hermeto Paschoal
06 – Espinha de Bacalhau – Severino Araújo
07 – Tantos Anos Sem Ele (Rafael) – Silvio Carlos
08 – Czardas – Vittorio Monti
09 – Trenzinho do Caipira – Villa Lobos
10 – Arrasta-Pé – Waldir Azevedo

César Costa - Ponto de Não Retorno (2015)

“As músicas autorais do CD foram feitas em épocas e momentos distintos. A mais recente foi “Siga-me”. Existem duas que foram compostas com letra: “Cavalo de Troia” e Desvio (a letra é de Claudia Abreu); na primeira eu suprimi a letra (gravei só  instrumental), mas na segunda mantive a letra (é a única cantada do disco);

Lua de Papel é da minha época de faculdade (tem mais de 30 anos) e possuía letra minha também;
Banana maçã, que abre o CD, é também uma composição antiga, e remete ao clima de “bossa nova com traje de gala”; pelo menos essa foi a ideia;

Estava escrito foi feita em parceria com o Eneias (ele me ajudou a terminar a segunda parte). Estávamos no estúdio e não tinha nome quando a terminamos, então aproveitando que eu e ele somos atleticanos, e como o Galo naquele ano tinha ganho a Libertadores, achamos que “Estava Escrito” caia bem.

Folhas Secas foi escolhida porque sempre considerei Nelson Cavaquinho um gênio, tenho um vinil do Rildo Hora com Romero Lubambo no qual eles tocam ela no arranjo original. Então pensei em fazer um, com uma levada mais groove, e acho que o resultado deu certo.
Querido Diário foi extraída de um disco antológico da nossa música, o “Comissão de Frente” de João Bosco e Aldir Blanc (1982) e arranjada por César Camargo Mariano; é muito boa de se tocar, com ótimos passagens para improviso.

Windows é simplesmente uma obra-prima e é do Chick Corea… precisa dizer mais alguma coisa? Então eu digo: Tinha que ter um “jazz” no CD, e aí eu e o Eneias não tivemos dúvida, era Windows!!”
pelo próprio autor

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Banana Maçã – César Costa
02 – Cavalo de Tróia – César Costa
03 – Desvio – César Costa e Cláudia de Abreu
04 – Estava Escrito – César Costa e Enéias Xavier
05 – Folhas Secas – Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito
06 – Lua de Papel – César Costa
07 – Querido Diário – João Bosco e Aldir Blanc
08 – Siga-me – César Costa
09 – Windows – Chick Corea

Titane e Túlio Mourão - Paixão e Fé (2016)

Intérpretes acurados de seu tempo, a cantora Titane e o compositor Túlio Mourão decidiram que é hora de falar sobre lama, poeira e minério, alguns dos elementos que turvam os horizontes de Minas e do Brasil desde o rompimento da barragem do Fundão, em Mariana, em 2015. Derramando, de quebra, um pouco de poesia sobre a discussão.

Gravado na cidade mineira em 5 e 6 de novembro do ano passado – quando a tragédia de Mariana completou um ano –, o disco se debruça sobre a catástrofe ambiental com complexidade e delicadeza. “Os discursos gerados por ocasião do desastre, somados à turbulência política e econômica que o país enfrenta atualmente, muitas vezes são rasos e contaminados de interesses e paixões de todos os lados. A gente achou então que era oportuno trazer uma dimensão poética para essa conversa, incluindo nela ingredientes como sensibilidade, profundidade e sutileza, de maneira a deslocá-la dessa perspectiva antagônica do ‘8 ou 80’. Adicionando, inclusive, mais vozes nela – sobretudo a humana, que é a mais frágil nessa história toda”, explica Túlio Mourão.

Donos de extensa bagagem de vivências junto a comunidades mineiras com suas dores e cores, Titane e Túlio Mourão são, por eles mesmos, bons tradutores de muitas dessas vozes. Paixão e fé, contudo, foi realizado sob um apurado exercício de imersão e escuta. A gravação do trabalho se deu em uma das salas da Romaria de Congonhas, espaço cultural que os artistas adaptaram como estúdio. “A ideia foi, em primeiro lugar, sentir a tensão que vive o povo daquela região, pois Congonhas está situada atrás de uma barragem de rejeitos muito maior que a de Bento Rodrigues. Quisemos também absorver a cultura popular do local. Botamos várias canções populares no disco”, conta Mourão.

O álbum tem ainda todos os seus registros em voz e piano, como se Túlio e Titane se despissem das próprias paixões, para viver a dos outros. Entre os destaques do repertório, Anoitecer, poema musicado de Carlos Drummond de Andrade, Promessas do sol, de Milton Nascimento, e 4 e 15 ou 15/3, de Chico César.
por Cecília Emiliana

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – 4 e 15 ou 10 P/ 3 – Chico César
02 – Anjinho Na Janela – Domínio Público do Vale do Jequitinhonha recolhido por Frei Chico
03 – Paixão e Fé – Tavinho Moura e Fernando Brant
04 – Folia dos Pretos – Luiz Theodoro e Henrique Gomes
05 – Caicó – Cantigas – Milton Nascimento, Teca Calazans e Villa Lobos
06 – Ponta de Areia – Milton Nascimento e Fernando Brant
07 – Anoitecer – Texto: Carlos Drummond de Andrade/Melodia: Zé Miguel Wisnik
08 – Promessas do Sol – Milton Nascimento e Fernando Brant
09 – E Daí – Milton Nascimento e Ruy Guerra
10 – Senhor Menino – Dão Dão Duê – Domínio Público do Vale do Jequitinhonha recolhido por Frei Chico

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Titane – Sá Rainha (2016) DVD


O DVD SÁ RAINHA, de TITANE, reúne e disponibiliza imagens de seu acervo pessoal, registrando um dos períodos fundamentais da música no país, em que a sua produção se volta para fontes autóctonas com vigor e determinação. Em Minas, a fonte primeira é a Festa de Nossa Senhora do Rosário, do congado mineiro.

O DVD é dividido em três partes: 

TITANE canta 
Traz a íntegra de show dirigido por João das Neves, gravado ao vivo em 2003, Belo Horizonte. Nele a cantora vem acompanhada dos músicos que formavam sua banda no período. São eles: Gilvan de Oliveira e Weber Lopes, violonistas com carreiras-solo consolidadas e renomados por sua inegável contribuição à história do violão brasileiro, o baixista Ivan Corrêa e o percussionista Sérgio Silva. Como convidados estão Chico César, Pereira da Viola, Edvaldo Santana, Maurício Tizumba e a Guarda de Massambique de Nossa Senhora das Mercês, de Oliveira/MG.

TITANE dança 
Apresenta cenas da Festa do Rosário de Oliveira, gravadas ao vivo durante os Festejos, registrando Guardas de Congado, Cortejos, a presença da cantora como integrante da Guarda de Catupé de N.Sra.do Rosário, depoimentos e conversas de Titane com os congadeiros.

TITANE fala 
Registra depoimentos de Titane sobre os músicos que formam a banda com a qual atuou  durante mais de 10 anos – Gilvan de Oliveira, Weber Lopes, Serginho Silva e Ivan Correa, e também João das Neves e Klauss Vianna, artistas sobre artistas com quem conviveu e trabalhou.

Com direção de Sérgio Borges e Pablo Lobato, o dvd SÁ RAINHA, lançado em setembro de 2016,  reúne imagens foram geradas entre os anos de 2003/2004, em Belo Horizonte.

REPERTÓRIO 
01.VIOLA CÓSMICA  Pereira da Viola e Gildes Bezerra
02.FOLIA DE PRÍNCIPE  Chico César 3.PRUCUTUNDÁ  Bilora
Convidado: Pereira da Viola
04.ZENSIDER   Edvaldo Santana e Ademir Assunção
05.REZA   Zeca Baleiro sobre poema de Paulo Leminski
06.TEREZA  Zé Neto
08.TEMPLO  Chico César, Tata Fernandes e Milton Di Biasi
09.TIRANA DA ROSA – dp Vale do Jequitinhonha/Rec.Frei Chico e Lira Marques/AdaptTitane
10.CANÇÃO PEQUENA  Edvaldo Santana e Akira Yamasaki
11.EMBALA EU   Maurício Tizumba
12.Estação Derradeira   Chico Buarque
12.GALOPE   Gonzaguinha
13.TRILHA NA COXIA  improviso
14.SÁ RAINHA   Maurício Tizumba
Citação 1: Caxangá, de Milton Nascimento e Fernando Brant
Citação 2: No Tempo do Cativeiro, do congado mineiro
Convidado: Maurício Tizumba
15.DANÇA  Chico César
Convidados: Chico César e Maurício Tizumba
16. ARUÊ  Guarda de Massambique de Nossa Senhora das Mercês
Citação: Tá Caindo Fulô -  tema de domínio público do Congado Mineiro

Esta seleção de canções e o tratamento a elas destinado vem dialogar, confrontar e estabelecer relações entre a música popular brasileira e o universo musical do congado mineiro.

TITANE E O CONGADO MINEIRO  
O repertório do show SÁ RAINHA e o tratamento a ele destinado vem dialogar, confrontar e estabelecer relações entre a música popular brasileira e o universo musical do congado mineiro.

O Congado é, certamente, a mais particular e imponente festa popular de Minas Gerais. Com implicações estéticas, éticas e religiosas, é uma manifestação da população de ascendência negra de Minas Gerais.

Os laços entre TITANE e o Congado mineiro se evidenciam diante de um público maior, quando  a cantora passa a convidar Guardas de Congado de sua cidade, Oliveira, a fazerem incursões em seus espetáculos, a partir de 1995.

Cuidadosamente preparadas, estas incursões acontecem inicialmente em teatros, centros artísticos por excelência, e posteriormente, em áreas abertas. Um desafio é perseguido: como garantir que as Guardas, em espaços e momentos que não aqueles de sua origem, preservem seu brilho, sua força, o sentido de devoção e a visão tão particular de mundo que se manifesta em seus ritos sagrados?

Ao longo de 10 anos foram muitos os encontros entre TITANE, seu público e as Guardas de Nossa Senhora do Rosário fora dos terreiros e ciclos sagrados dos Reinados do Rosário, em espaços artísticos de Minas, do Brasil e da França. O que sustentou esta prática, foi o entendimento de que um novo momento histórico estava em curso. Nele, o desconhecimento, o desprezo e a perseguição histórica sofrida pelos congadeiros estava sendo substituído pelo interesse sincero, a admiração e o desejo de aproximação de uma parte significativa da sociedade.

O desafio colocado ainda na virada do século permanece. O risco da banalização e da transformação dos Festejos em curiosidade turística é sempre uma ameaça. Mas, as Guardas de Congado, com certeza, experimentam hoje o reconhecimento de sua importância artística e cultural. Seus cortejos estão vivos e livres, em evolução pelas ruas de nossas cidades.

Ainda estamos longe de compreender a visão de mundo, a compreensão do cosmos que paira sobre os devotos do Rosário. Mas, certamente, usufruímos de sua energia pulsante. E, cada um a sua maneira, mesmo que não devotos, reverenciamos os negros que aqui viveram como escravos e cantamos, cheios de gratidão, os cantos que nos deixaram como herança.

Dirigido por Sérgio Borges e Pablo Lobato, o DVD SÁ RAINHA registra breves instantes da passagem de uma das Guardas de Massambique e seus Reis Congos, pelos palcos da cidade de Belo Horizonte. Registra também cenas da Festa do Congo em Oliveira e depoimentos de congadeiros e Capitães.

E ainda, disponibiliza ao público em geral, a íntegra do show gravado ao vivo no Teatro SesiMinas em 2003, espetáculo dirigido por João das Neves, que tem a cantora TITANE como protagonista e agregadora de energias sonoras de devoção à música e à mãe dos homens pretos, irmãos do Rosário de Maria.

Preço – R$30,00

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Leonora Weissmann - Adentro Floresta Afora (2015)

Primeiro álbum solo da cantora e artista plástica Leonora Weissmann como intérprete.
O trabalho se divide em músicas instrumentais e canções de diversos compositores. Leonora assina duas das músicas, com Rafael Martini e Luiza Brina. Os arranjos do disco são assinados por Rafael Martini e Rafael Macedo.

O grupo de músicos é formado por Rafael Martini, Rafael Macedo, Frederico Heliodoro, Edson Fernando e Alexandre Andrés O disco conta ainda com a participação dos cantores Sérgio Pererê, Leopoldina, Beth Dau, Renato Motha e Patrícia Lobato.

Preço – R$30,00

Faixas:
01.Floresta - Alexandre Andrés
02.O Grande Verão - Kristoff Silva e Pablo Castro
03.Zemba pro Mestre - Alexandre Andrés e Rafael Martini
04.Immanuel e Eu e Outros Mil - Rafael Macedo
05.Menino - Alexandre Andrés e Bernardo Maranhão
06.Carta a Theo - Leonora Weissmann
07.Cinzas - Kristoff Silva
08.Montreux - Hermeto Pascoal
09.No Rabo do Vento - Renato Motha
10.Todas as Letras - Rafael Macedo
11.Tinha de Ser - Fernando Brant e Renato Motha

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Luiz Salgado – Quanto mais Meus Óio Chora, Mais o Mar Quebra na Praia (2016)

Luiz Salgado é um cantador do cerrado mineiro. Desenvolve um trabalho fincado na expressão musical arraigada no Brasil profundo, na música que emana do que há de mais autêntico e genuíno da tradição das festas populares, da folia de reis, do congado e da viola caipira.

Com seus acordes, ponteados e versos, canta o cerrado, o mato, a prosa, o causo, tornando sua música uma atitude diante da cultura e da vida, imprimindo uma maneira de ver o mundo e celebrar a beleza  da tradição, da natureza, dos costumes e do folclore da região de Minas Gerais.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Canto pra Oxalá – Domínio Público
02 – Candeia – Caco Sodré
03 - Quanto mais Meus Óio Chora, Mais o Mar Quebra na Praia – Luiz Salgado
04 – Eu, Pecador, Sou Pequeno, Grande é Deus, Nosso Senhor – Luiz Salgado
05 – Suassuna e sua Sina – Luiz Salgado
06 – Kukukaya – Cátia de França
07 – João sem Chão – Luiz Salgado
08 – Mar de Roça – Rodrigo Ferrero e Luiz Salgado
09 – Pássaro Lunar – Consuelo de Paula e Luiz Salgado
10 – Sinal – Domá de Conceição
11 – Resistência - Luiz Salgado
12 – Navegando – Marco Aurélio Querubim
13 – Flor de Outono - Consuelo de Paula e Luiz Salgado
14 – Galope à Beira Mar – Xavier Bartaburu e Luiz Salgado
15 – Meu Divino Espirito Santo – Maria do Pé do Morro

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Chico Lobo – Viola de Mutirão (2016)

O violeiro mineiro Chico Lobo recebe nesse novo CD os convidados especiais Maria Bethânia (em "Maria"), Quinteto Violado (em "Acorde brasileiro"), Paulinho Pedra Azul (em "Tempo de colher"), João Araújo (em "Asa Branca") e Renato Teixeira (em "Meu chão").

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Um só Coração – Kimura Filho e Chico Lobo
02 – Viola de Mutirão – Chico Lobo
03 – Catira Ligeira – Chico Lobo
04 – Meu Chão – Chico Lobo
05 – Tempo de Colher – Chico Lobo
06 – Disparada – Geraldo Vandré e Theo de Barros
07 – Vontade de ser Feliz – Chico Lobo
08 – Maria – Chico Lobo
09 – Batuque de Terreiro – Chico Lobo
10 – Acorde Brasileiro – Marcelo Melo e Chico Lobo
11 – Sina – Chico Lobo
12 – Asa Branca – Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira
13 – Cantiga de Bem – Chico Lobo

Telo Borges – Telo Borges (2016)

Harmonias ricas, criatividade e inovação marcam o CD Coletânea Telo Borges. Desde muito cedo em contato com a música, Telo compôs sua primeira canção, "Voa Bicho", aos 14 anos.

Neste CD seu lado compositor está em evidência. "Tristesse" (Telo Borges/Milton Nascimento), uma das faixas do CD, foi a vencedora da categoria de "Melhor Canção Brasileira" no Grammy Latino 2003.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Trilha de Brasília – Telo Borges
02 – Ouro da Palavra – Telo Borges e Márcio Borges
03 – Voa Bicho - Telo Borges e Márcio Borges
04 – Parque Migalhas – Telo Borges e Flavio Henrique
05 – Cidade do Amor – Telo Borges e Marco Fernandes
06 – Centelha no Olhar - Telo Borges e Marco Fernandes
07 – Vou pro Céu - Telo Borges
08 – Prova de Amor - Telo Borges
09 – Renata - Telo Borges
10 – Tristesse - Telo Borges e Milton Nascimento
11 – Tempestade - Telo Borges
12 – De lá prá Cá - Telo Borges e Ronaldo Bastos
13 – Taquicardia Rara - Telo Borges
14 – Guerra de Travesseiros - Telo Borges e Orlando Pacheco
15 – Vento de Maio - Telo Borges e Lô Borges

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sérgio Pererê e No Chilla – Via Mão (2016)

Com tambores africanos tocados por argentinos e letras e composições do brasileiro Sérgio Pererê, Viamão propõe o encontro das heranças banto, iorubá e mandinga que se conformaram na América Latina, em uma mistura de sonoridades. “É um álbum despretensioso, que vem do coração.

Viamão tem muita percussão e nos faz refletir como esses tambores e a mitologia que vieram de vários lugares da África, dos reinos africanos, se disseminaram e foram reinterpretados no Brasil e na Argentina”, conta Pererê, que no álbum ainda toca o charango, um instrumento tradicional andino.

Viamão traz em seu nome uma homenagem a um povoado de Rio Manso/MG, localizado a 63km da capital mineira, cujas montanhas serviram de ‘estúdio ao ar livre’ das primeiras gravações, ainda em 2013. Em 2014, as gravações foram finalizadas em Buenos Aires e em Moreno, no interior da Argentina, ao longo de 15 dias de intenso trabalho em conjunto. O resultado são 12 faixas autorais.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Peixe Pescador
02 – Carolina do Oiá
03 – Rosário de Maria
04 – Filho de Odé
05 – Serpenteia
06 – Paraíso
07 – Noviembre
08 – Pétalas
09 – Santeria
10 – Ogum na Areia
11 – Nossa Senhora do Porto
12 – Macfly

Arranjos e Produção Musical - Sérgio Pererê e No Chilla
Letras - Sérgio Pererê 

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Marcelo Paganini – 2012 Space Traffic Jam (2014)

Mergulhado em uma fusão de estilos, Marcelo acha que sempre é bom tentar definir que tipo de som se faz para dar uma referência a quem está ouvindo este CD: " Esse disco eu diria prog-rock-jazz-fusion, o que é super largo mas delimita um pouco o território musical, mas é tudo isso misturado, a música passa a ser jazz no meio do prog-rock, e tudo isso é fusion...", diz o artista.

Preço – R$40,00

Faixas:
01 – Sphinxes of Babel - Marcelo Paganini
02 – Crying with a Smile - Marcelo Paganini
03 – Actor - Marcelo Paganini
04 – Somewhere Somehow - Marcelo Paganini
05 – Lost Secrets - Marcelo Paganin
06 – Last Bart to San Bruno - Marcelo Paganini
07 – B4Ever Now - Marcelo Paganini
08 – For Real - Marcelo Paganini
09 – Can’t Autograph Your MP3 - Marcelo Paganini
10 - 2012 Space Traffic Jam - Space Traffic Jam - Marcelo Paganini


Magno Alexandre – Marajó (2016)

Guitarrista, compositor e arranjador, natural de Belo Horizonte, Magno Alexandre iniciou seus estudo de musica em 1987, influenciado por musica mineira e rock, logo depois se apaixonou pelo jazz.Em 1991 teve seu primeiro grupo de música instrumental, o “Feijão de Corda”, em 1993 conheceu o baterista e compositor Nenê, que com Eneias Xavier, formaram o Nenê Trio, e mais tarde no formato quarteto, com o saxofonista Vinicius Dorin, gravaram três cds: Ao Vivo no CCBB (1996), Suite Curral del Rey (1997 e Porto dos Casais 1998).

Em 2005 o músico venceu a Vª Edição do Prêmio BDMG de Música Instrumental e ganhou o Prêmio Marco Antônio Araújo de melhor CD Instrumental de 2004 com “Maracatuaba”. Ele contou com as participações de Toninho Horta, André Mehmari, Sergio Santos, Nenê, Toninho Ferraguti e Benjamim Taubkin, entre outros.

Agora, em 2016, Magno nos apresenta seu segundo trabalho autoral, “Marajó”, que foi feito em duas sessões ao vivo em estúdio em NYC, no Brooklin (Peter karl Studios), sem overdubs. Ele gravou com a formação de quarteto e contou com as participações do pianista americano Mike Eckroth, o baterista brasileiro radicado em NY Adriano Santos e o porto-riquenho Ricky Rodriguez no baixo acústico. E do Brasil, veio o cantor Sérgio Santos para fazer vocalise em duas músicas.

Preço – R$30,00

Faixas:
01 – From Belo to Brooklyn
02 – Das Alagoas
03 – 21 de Setembro
04 – Salve Salve
05 – Marajó
06 – American Song
07 – O Vôo do Menino Gigante
08 – Schiphol
09 – Baião pra Nanda
10 – Outubro Nublado
11 – Choro de Bebê
Todas as composições de Magno Alexandre

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Tau Brasil – Nas Trilhas do Mucuri (2013)

Um antigo sonho do compositor e cantor Tau Brasil era homenagear sua região, o Vale do Mucuri. E é isso que ele faz com o CD 'Nas trilhas do Mucuri'.

Nascido em Fronteira dos Vales, antiga Pampam, Tau Brasil (que atualmente mora em Contagem) está feliz com o momento de celebração do vale. “Todas as músicas têm temática ligada à minha região, que é muito rica culturalmente, mas pouco conhecida no resto do estado”, afirma Tau Brasil, que assina algumas faixas do CD.

Para enriquecer ainda mais o trabalho, no qual, entre outros segmentos sociais são lembradas as lavadeiras, os índios, as rezadeiras e as comunidades quilombolas, o cantor convidou artistas da região. “Estão comigo, para minha alegria, Sérgio Moreira, que é de Teófilo Otoni; Carlos Farias, de Maxacalis; Efraim Maia, de Nanuque; Bilora, que nasceu em Santa Helena de Minas; e Pereira da Viola, de São Julião”, conta o músico. Artistas como Miguel Canguçu, Cida e Francisca, Augusto e Artur, Ivone Ferrira também participam.

Tau Brasil, que já foi premiado em 16 festivais Brasil afora, conta que a metodologia utilizada no novo disco se baseou, principalmente, na história oral, em casos ouvidos e recolhidos na região. “Os mais velhos são nossa biblioteca. Escrevemos, mas são eles que guardam a sabedoria”, filosofa o cantor. Os arranjos foram assinados por Sérgio Moreira, Airton Prates e Bilora.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Vale do Mucuri – Bilora
02 – O Sopro do Vento – Josino Medina
03 – Estrada de Ferro Bahiaminas – Jose Emilio e Eros Januzzi
04 – Canto de ArribaçãoAirton Prates e Ronaldo Ramalho
05 – Mãe Nana – Tau Brasil e Miguel Canguçu
06 – Folia do Mucuri – Beatriz Farias
07 – Fronteira, Vale dos Tropeiros – Gonzaga Medeiros
08 – A Saga da Tropa – Tau Brasil e Gonzaga Medeiros
09 – Águas Formosas – Sérgio Moreira e Ladston do Nascimento
10 – Mestra Diola - Gonzaga Medeiros
11 – Córrego Novo – Miguel Canguçu e Airton Prates
12 – Lugarejo – Efraim Maia
13 – O Rio de Águas Belas – Jorge Correia
14 – Padroeiro – Tau Brasil, Miguel Canguçu e Airton Prates
15 – Lajedo Negro – Sérgio Moreira

Cláudio Faria – O Que Ninguém Ensina (2016)

Cantautor, Claudio Faria lança em 2016 o disco "O que ninguém ensina", trabalho produzido pelo próprio artista, em que passeia pela MPB com flertes pela world music e indie pop.

Preço: R$25,00

Faixas:
01 - Simples Canção – Cláudio Faria
02 – Ama por Amar - Cláudio Faria
03 – tudo em Você – Beto Guedes e Ronaldo Bastos
04 – Motivo - Cláudio Faria
05 – Paisagem Lunar – Cláudio Faria
06 – Sob o Sol do Rio - Cláudio Faria
07 – Meu Porto - Cláudio Faria e Leila Pinheiro
08 – O que Ninguém Ensina - Cláudio Faria e Rodolfo Mendes
09 – Ar de Mistério - Cláudio Faria
10 – Quatro Luas - Cláudio Faria
11 – Águas do Sossego - Cláudio Faria

Nem Secos – Anti-Heróis Dançando a Vida (2016)

“Qualidade musical aliada a um discurso potente e libertário.” Assim definiu o trabalho do Nem Secos o editor de cultura do Portal R7, Miguel Arcanjo Prado, destacando ser “uma das melhores coisas que a atual cena musical mineira produziu.” 

Diversidade de sons e ritmos, união de linguagens artísticas, engajamento social, muita cor e animação no palco. Esses são alguns dos elementos que levaram o Espetáculo autoral do Grupo NEM SECOS a ser escolhido entre milhares de concorrentes de todo o Brasil para integrar a programação oficial do Ministério da Cultura para a Copa 2014, além de outras apresentações de destaque, como no Conexão BH e na Virada Cultural de Belo Horizonte, ambas no Parque Municipal. 

Fundado em 2003, desde então o Grupo Nem Secos vem atuando na montagem e apresentação de espetáculos cênico-musicais que resgatam momentos importantes da história da Música Popular Brasileira. Com os espetáculos “Nem Secos Nem Molhados”, “Tropicália em Transe” e “MPB na Ditadura”, o Grupo realizou centenas de apresentações em diversas cidades do Estado de Minas Gerais, muitas delas com base em Projetos de Lei de Incentivo aprovados pelo Grupo. 

No primeiro trabalho integralmente autoral do Grupo toda a pesquisa de idéias, movimentos e atitudes culturais empreendida nesses anos de estrada desemboca em uma obra plural, em que música, dança, teatro e poesia se unem, na fusão de linguagens artísticas que caracteriza as montagens do Nem Secos. 

No palco, músicos e performers se integram para trazer toda a magia dos musicais. MPB, Samba, Rock, Baião, Soul, Maracatu, Funk, Frevo, Reggae.

Preço – R$20,00

Faixas:
01 – Anti- Heróis – Carlos Linhares
02 – A Manha e o Paia - Carlos Linhares
03 – A Seita que não Aceita - Carlos Linhares
04 – Ela Cortou Curtinho - Carlos Linhares
05 – De Você só quero Você - Carlos Linhares
06 – Mané Money – Alexandre Mestiço
07 – Eu vou parar de Beber – Gustavo Maia e Vinícius Maia
08 – Meio a Meio - Carlos Linhares
09 – VirtuReal – Deh Mussulini
10 – Dançando a Vida – Gustavo Maia
11 – A Ordem é o Caos – Vinicius Maia
12 – Vc q Disse – Gustavo Maia
13 – O Inferno é Aqui – Gustavo Maia
14 – Desembolar o Samba – Vinícius Maia
15 – Urubu Comendo Boi – Berci de Lima
16 – Meu Carnaval é na rua – Gustavo Maia
17 – Última chance, Dance! - Carlos Linhares
18 – Nem Rosa Nem Azul - Carlos Linhares

Joaci Ornelas – No dizer do Sertão (2016)

Segundo trabalho autoral do músico, o disco é resultado de pesquisas e vivências com participações em atividades culturais de tradição de mestres violeiros, tocadores e foliões em comunidade rurais no vale do São Francisco, Minas Gerais.

Com linguagem musical elaborada e arranjada a partir da viola caipira – instrumento base do trabalho de Ornelas -, as canções trazem um diálogo com instrumentos utilizados na música de orquestra e na música contemporânea, além dos mais ligados às tradições populares como a rabeca, o pandeiro e a caixa de folia, compondo os arranjos de percussão.

O CD conta ainda com parcerias e participações especiais de diversos músicos, violeiros e cantadores e cantoras em evidências na cena musical mineira e brasileira.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Nobres Foliões – Joaci Ornelas
02 – Dia de Feira - Joaci Ornelas
03 – No Cumbuco do Balaio - Joaci Ornelas
04 – Passarim - Joaci Ornelas
05 – No Dizer do Sertão - Joaci Ornelas e Luiz Salgado
06 – Alecrim Cheiroso - Joaci Ornelas
07 – Cortando Maxixe - Joaci Ornelas
08 – Viola de Guia - Joaci Ornelas
09 – Cirandado - Joaci Ornelas
10 – Encantado - Joaci Ornelas e Poli Brandani
11 – Sodade - Joaci Ornelas e Dimas Soares
12 – Sol de Minas - Joaci Ornelas e João Evangelista Rodrigues
13 – Bom Violeiro - Joaci Ornelas e João Evangelista Rodrigues
14 – Vasto Mundo – Joaci Ornelas e Wilson Dias

sexta-feira, 15 de julho de 2016

As Onhas do Jequi – 30 Anos - DVD DOCUMENTÁRIO (2016)

Paulinho Pedra Azul também faz parte deste DVD histórico.
Ao lado dele estão Saulo Laranjeira, Rubinho do Vale, Frei Chico, Lira Marques, Coral Vozes das Veredas, Tadeu Franco, Gonzaga Medeiros e Tadeu Martins Soares.

Preço: R$35,00